POR QUE?

Porque mulheres indígenas, ribeirinhas e jovens da Amazônia precisam conquistar sua independência através de geração de renda própria.

 

Aldeados e ribeirinhos

Mesmo permanecendo em suas aldeias ou no beiradão, a experiência do contato tem trazido transformações profundas na vida das comunidades amazônicas, que repercutem diretamente nos papéis de gênero e na entrada  na economia de mercado, criando novas necessidades e aspirações. As mulheres e jovens buscam ter uma renda para poderem adquirir bens e serviços.

 

Urbanos

Mulheres e jovens indígenas recebem pouco ou nenhum apoio nas cidades e sofrem discriminação e pobreza. Muitas famílias indígenas que vivem nas cidades necessitam de um ganho fixo. Sem o dinheiro não há como pagar as contas, se vestir ou comer. Cabe às mulheres ter de conseguir uma fonte de renda e acabam como domésticas pela falta de capacitação.